Como evitar erros

(Atualizado em 11/12/2012)

  • Textos pretos não devem ser compostos em 4 cores, isto poderá causar problemas de decalques, tornar mais visível as oscilações normais de registro, entre outros.
  • As marcas de corte referentes ao formato final devem ser inseridas automaticamente, não aplique marcas de sangria(Bleed Marks) marcas de registro (Registrator) ou escalas de cores (Color Bar).
  • No Indesign, os textos/elementos vetoriais devem ser posicionados por cima de imagens com fundo transparente para que não sejam transformados em imagem, ocasionando perda de qualidade.
  • Os textos não devem ser aplicados diretamente no Photoshop, pois serão transformados em imagem comprometendo a qualidade de impressão, a menos que isso seja um efeito proposital ou uma necessidade na criação.
  • Utilize o menor número de pontos nos paths, pois quanto maior for esse número mais demorado será o processamento e também a possibilidade de ocorrer erros.
  • Não utilize path automático: transformação de uma seleção automática em path (por exemplo, varinha mágica do Photoshop) em path.
  • Dégradés e blends são operações extremamente complexas. Caso o arquivo utilize muitos dégradés (mais de 10), uma dica para facilitar o processamento é criar esses dégradés em um software de manipulação de imagens (tipo Photoshop) e aplique-os como imagens (bitmap).
  • Para fios, utilize medidas de espessuras mínimas de 0,10 mm - se em uma única cor - e mínimo de 0,20 mm para duas ou mais cores
  • Elimine todos os elementos que não pertencem à página, como réguas de controle e imagens não utilizadas colocadas fora da área efetiva da página. Esses elementos podem causar erros na hora de processar os arquivos.
  • Não cubra elementos não desejados com boxes brancos ou coloridos. Apague-os.
  • Ilustrações vetoriais complexas são mais suscetíveis a erros no processamento das gráficas (rip), recomendamos converte-las em imagem bitmap com 300 DPI's
  • Efeitos de transparências são recursos que exigem cautela em sua utilização, para minimizar os problemas decorrentes de interpretações indesejadas, sempre que possível, utilize os recursos disponíveis para achatá-la (flatten), antes de finalizar o arquivo a ser disponibilizado para a impressão.
  • Arquivos e imagens não devem conter nenhum tipo de compactação.
  • A Abril Print forçará o overprint automaticamente para todos os elementos ou textos em preto 100%, mesmo que vazados. Portanto, se houver necessidade que um determinado texto ou objeto seja vazado, faça um calço de 1% de alguma cor do processo para o software não acionar o overprint automaticamente.
  • O overprint será desativado (ficando Knockout) em elementos vetoriais e textos com qualquer composição CMYK diferente de Preto 100%.
  • Para se evitar problemas de legibilidade, recomendamos as seguintes especificações para caracteres:
Para textos e fios positivos (solido) em uma cor - a espessura do grafismo não deve ser inferior a 0,10 mm.

Para textos e fios vazados - a espessura do grafismo não deve ser inferior a 0,20 mm.

Para textos e fios positivos reticulados ou com mais de uma cor - a espessura do grafismo não deve ser inferior a 0,20 mm.

  • Apesar de a Abril Print trabalhar com dois processos diferentes - offset e rotogravura - as ações para administrar essas diferenças são tomadas internamente. A exceção fica por conta das regiões de mínimas, onde em offset consegue-se reproduzir acima de 1%, e em rotogravura - por características técnicas do processo - a reprodução das áreas de mínimas ocorre acima de 4%.
Atenção: A revisão dos anúncios/páginas realizada pela Abril Print / Editora Abril tem como objetivo evitar possíveis problemas que gerem impactos no processo gráfico. O cliente é o responsável pelo conteúdo dos impressos, por sua produção e pela garantia de que a prova e o arquivo fornecidos apresentam todos os elementos.

Copyright © 2010, Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados